31.12.09

É... acho que não vai rolar.


Frases de Bob Marley

A maior covardia de um homem é despertar o amor de uma mulher sem ter a intenção de amá-la.


Dificil não é lutar por aquilo que se quer, e sim desistir daquilo que se mais ama. Eu desisti. Mas não pense que foi por não ter coragem de lutar, e sim por não ter mais condições de sofrer


As Vezes construímos sonhos em cima de grandes pessoas... O tempo passa... e descobrimos que grandes mesmo eram os sonhos e as pessoas pequenas demais para torná-los reais.


Os ventos que as vezes tiram algo que amamos, são os mesmos que trazem algo que aprende mos a amar... Por isso não devemos chorar pelo que nos foi tirado e sim, aprender a amar o que nos foi dado.Pois tudo aquilo que é realmente nosso, nunca se vai para sempre...


29.12.09

Caraca ! Io no creo en brujas pelo que las ai las ai



Caraca, desacreditei, meu... Numa dessas dá até prá acreditar nesses baratos de horóscopo.
Vixi... foi nesse dia mesmo, antevéspera de natal. Eu não tinha visto antes, vi hoje.
Será que se eu tivesse visto, teria evitado? Sei lá, mas iria tentar. Tomar uma bota antes do natal e do ano novo é sinistro e incompreensível prá qualquer um.

25.12.09

Traduzindo gírias

Antes era: creme rinse
Agora é: condicionador

Antes era: obrigado
Agora é: valeu

Antes era: é complicado
Agora é: é foda

Antes era: collant
Agora é : body

Antes era: rouge
Agora é: blush

Antes era: bailinho e discoteca
Agora é: balada

Antes era: japona
Agora é: jaqueta

Antes era: nos bastidores
Agora é: making off

Antes era: cafona
Agora é: brega

Antes era : programa de entrevistas
Agora é: talk-show

Antes era: reclame
Agora é: propaganda

Antes era: calça cocota
Agora é: calça cintura baixa

Antes era: flertar, paquerar
Agora é: dar mole

Antes era: oi, olá, como vai?
Agora é: e aê?

Antes era: cópia, imitação
Agora é: genérico

Antes era: curtir, zoar
Agora é: causar

Antes era: mamãe posso ir?
Agora é: fui!!!

Antes era: legal, bacana
Agora é: manero, irado

Antes era: mulher de vida fácil
Agora é: garota de programa 

Antes era: pasta de dente
Agora é:  creme dental

Antes era: cansaço
Agora é:  estresse

Antes era: desculpe
Agora é: foi mal

Antes era: oi, tudo bem?
Agora é: e aê, belê?

Antes era: ficou chateada
Agora é: ficou bolada

Antes era: médico de senhoras
Agora é: ginéco

Antes era: super legal
Agora é: irado

Antes era: primário e ginásio
Agora é: ensino fundamental

Antes era: preste atenção
Agora é: se liga na bagaça

Antes era: por favor
Agora é: quebra essa
 

Antes era: chapa
Agora é: placa

Antes era: recreio
Agora é: intervalo

Antes era: radinho de pilhas
Agora é: ipod

Antes era: manequim
Agora é: modelo e atriz

Antes era: retrato
Agora é: foto

Antes era: jardineira
Agora é: macacão

Antes era: mentira
Agora é: kaô

Antes era: saquei
Agora é: tô ligado

Antes era: entendeu?
Agora é: copiou?

Antes era: gafe
Agora é: mico

Antes era: fofoca
Agora é: babado

Antes era: ha ha ha
Agora é: uhauhauhauha

Antes era : fotocópia
Agora é : xerox

Antes era: brilho labial
Agora é: gloss

Antes era : bola ao cesto
Agora é: basquete

Antes era: folhinha
Agora é: calendário

Antes era: empregada doméstica
Agora é: secretária do lar

Antes era: faxineira
Agora é: diarista

Antes era: vou verificar
Agora é: vou estar verificando

Antes era: madureza
Agora é: supletivo

Antes era: vidro fumê
Agora é: insulfilm

Antes era: posso te ligar?
Agora é: posso te add?

Antes era: tingir uma roupa
Agora é: costumizar

Antes era: dar no pé
Agora é: vazar

Antes era: embrulho
Agora é: pacote

Antes era: lycra
Agora é: stretch

Antes era: tristeza
Agora é: deprê

Antes era: beque
Agora é: zagueiro

Antes era: rádio patrulha
Agora é : viatura

Antes era: atlético
Agora é: sarado

Antes era: peituda
Agora é: siliconada

Antes era: professor de ginástica
Agora é: personal trainning

Antes era: babosa
Agora é: aloe vera

Antes era : lepra
Agora é : hanseníase

Antes era - Ave Maria!!!
Agora é - Afffff!!

Antes era: caramba
Agora é: caraca

Antes era: namoro
Agora é: pegação

Antes era: laquê
Agora é: spray


Antes era: de montão
Agora é: pracarai !!!

Antes: derrame
Agora é: AVC

Antes era : chapa dos pulmões
Agora é : raio-x de tórax

Antes era: sua bênção papai
Agora é: "qualé" coroa?

Antes era: voce tem certeza?
Agora é: fala sério aê!

Antes era: banha
Agora é : gordura localizada

Antes era: bar no fim do expediente
Agora é:  happy hour

Antes era: costureira
Agora é: estilista

Antes era: negro
Agora é: afro-descendente

Antes era: professora
Agora é: tia, prô

Antes era: aquele senhor
Agora é:  aquele tiozinho

Antes era: bela bunda!
Agora é:: que popozão!

Antes era: Amorrrrrrr!
Agora é: Nenhhêêêêê!

Antes era: desculpe, mas esta questão que você me submeteu é imposível de cumprir!
Agora é:  nem fudendo!

Antes era: olha o barulho!
Agora é: ó o auê aí ô!

23.12.09

TIPOS DE CAFAJESTE

Dizem que todos são inocentes, até prova em contrário. Pode ser, mas a premissa se inverte quando se trata dos homens. Todos são cafajestes, até prova em contrário.

Assim como a fauna masculina é muito variada (embora pareça ser monótona e homogênea), os cafajestes também existem em várias modalidades e subespécies. Vejamos os tipos mais comuns:

O Clássico


Este é o que chega como "homem sério", falando em "relação duradoura", entre outros pormenores. Ele leva pra jantar, conversa muito bem, e faz todo o teatro necessário para conseguir uma transa. Imediatamente após a ejaculação, há uma metamorfose e ele se transforma numa outra pessoa. Muda o olhar, muda o jeito de falar, e de forma impressionante surge algum compromisso bem naquele momento. Obviamente, ele NÃO LIGA no dia seguinte. Porém, alguns dias depois (o prazo tradicional é de uma semana), ele liga querendo o famoso "repeteco", e dizendo que adorou, que foi tudo maravilhoso etc.

O Amiguinho


É mais ou menos parecido com aquele tipinho consagrado de nossa sociedade: o "arroz". Em vez de uma abordagem direta, ele prefere se fazer de amigo, se aproximar, ganhar a confiança e, como um urubu, esperar a hora certa para se alimentar. E a "hora certa" é o momento em que a garota briga com o namorado, ou de alguma outra forma se encontra muito carente. É nesse momento que o outrora amiguinho coloca as manguinhas de fora e mostra a que veio.

O (Pseudo) Homem-Máquina


Ele faz muita propaganda de si próprio. Muita, mesmo. De acordo com suas próprias estatísticas, ele é o homem que mais tempo já conseguiu permanecer com o membro ereto, que mais ejaculou numa única noite e mais vezes orgasmos proporcionou a uma mesma parceira. Lá pelas tantas, em geral depois de tomar umas e outras, alguma incauta cai nessa conversa e resolve arriscar. Via de regra, a transa é um fiasco.

O Superior Hierárquico


Clássico dos clássicos, não é mesmo? Há os explícitos, que falam na cara-dura, e os supostamente mais "espertos", que preferem manter uma certa ambigüidade. De todo modo, trata-se daquele que se vale de sua posição de superioridade em uma empresa ou mesmo órgão público para mandar brasa no mulherio.





O Subalterno


É o inverso do anterior. Não que ele dê uma de coitadinho ou seja vítima da sanha conquistadora de sua chefe, mas sim pelo fato de tentar explorar a fantasia (de algumas mulhers) em relação aos serviçais e empregados em geral. Sempre que pode, esse tipinho mostra os músculos ou algum outro detalhe impressionante de seu corpo, e em tempo algum esconde os namoricos ou casinhos. Ele quer que a chefe o deseje, e a coisa fica mais intensa quando descobre que a dita cuja está em crise conjugal.

O Bonitão


Salvo casos realmente raros, ele é um cafajeste "criado pelo mundo". Nem sempre tem uma índole ruim, porém o mundo inúmeras vezes o forçou a ser assim. Enquanto todos os rapazes se esforçavam para conquistar uma garota, para ele tudo sempre foi fácil. Fácil até demais. Assim, ele nunca deu o devido "valor" à coisa, mais ou menos como acontece com os meninos que nascem em famílias milionárias. Em vez de corrigi-lo, a mulherada acaba estimulando ainda mais seu lado cafajeste, pois se oferece de todas as formas e maneiras, sem impor condição alguma, apenas pelo fato de que ele é bonito e gostoso. Aí o cara aceita, claro, e depois não adianta reclamar que ele é um desalmado ou coisa assim.

O Artista


Ele usa sua "arte" para conquistar. Há o mau artista que é bonito, e a mulherada cai de pau por conta da beleza; e há o bom artista que nem é tão bonito, mas a mulherada também cai de pau - aí por afeição artística, mesmo. E há, sem dúvida, o "bonito e bom artista", tipo o Chico Buarque, que é alvo de todo tipo de cantada de exatamente todas as mulheres do Planeta Terra. Por fim, o pior de todos os tipos: o "ruim e feio". Esse sofre.

O Esquisitão


Ele é quieto, tem hábitos estranhos e há vários boatos sobre o camarada. Além de tudo, nem mesmo é bonito. Mas as mulheres acabam querendo graça com o cara, porque é carismático, ou talvez por pura e simples curiosidade (que não matou somente o gato). Quando finalmente o conhecem - e descobrem suas esquisitices -, normalmente se afastam com medo, nojo, raiva, pudor ou algum outro tipo de sentimento horrível. Mas há sempre uma que se arrisca a ficar. E é essa "uma" que perpetuará a lenda e o mito do tal Esquisitão.

O Falso Gay


Tempos atrás, um homem efeminado sofreria todo tipo de discriminação, inclusive por parte das mulheres, e quase nenhuma aceitaria sair em público com o cara. Hoje, porém, os tempos são outros, e a coisa mais normal do mundo é uma garota ter um "melhor amigo gay". O Falso Gay é um oportunista que ataca esse nicho de mercado. Ele tem trejeitos, seu estilo gera dúvidas, mas ao mesmo tempo ele é sedutor, tal e coisa. E a garota, às vezes movida pelo desafio de converter e catequizar, entra na conversa.

O Carente Provisório


Esse é perigosíssimo. Por algum motivo, ele está realmente carente. Em geral, foi por conta de briga com a namorada. Aquele farrapinho humano desamparado logo desperta o instinto maternal de umas e outras, mas principalmente faz com que pensem "Ahá! Esse aí é presa fácil!". E, de fato, é mesmo. O problema é que a tal "presa" deixa de ficar carente rapidinho e, ato contínuo, dispensa a mocinha que o ajudou a "sair da fossa". Ou então - o que é bem comum, aliás -, ele simplesmente volta para a namorada. E a pobre garota que ficou com ele nesse meio-tempo, além de se sentir uma idiota, vai passar por "oportunista".

O Poderoso


É uma tática parecida com a do Superior Hierárquico, mas a diferença é que o Poderoso não precisa se preocupar com processos judicais de assédio sexual. Então, ele joga mesmo no ataque. Convida para sua casa da praia, fala em velejar, passeia com seu carro importado, enfim, deixa claro que a vida consigo é pra lá de mansa e confortável. Então, ele come a garota e vai embora. Simples assim. Ah, um aviso para eventuais espertinhas: praticamente todo Poderoso fez vasectomia. Então, nem adianta ter esperanças...

O Tigrão


Nem sempre é uma questão de grana, mas sim de "experiência de vida". Seu alvo são as garotas que "não agüentam a imaturidade dos meninos". Ele fala de viagens que fez, de gente que conheceu, dos problemas do trabalho, e acaba envolvendo a moça num universo adulto que é muito encantador, bem diferente do mundinho pós-adolescente dos amigos da faculdade. Como em todos os outros casos, porém, o Tigrão também descarta sua "presa" rapidamente.

O Tigrinho


É o "molecão sarado" que descobriu o maravilhoso, encantado e pra lá de farto mundo das "coroas carentes que querem sexo desesperadamente". Acostumadas com os ex-maridos que eram uns palermas, elas rapidamente se encantam com o menino que parece "saber tudo". E ele deita e rola, se sentindo o fodão. Até o dia em que cansa disso tudo e resolve sair com garotas de sua idade, provocando traumas e ódios em pelo menos umas 30 coroas que, de novo, estão desamparadas.

(texto extraído do blog Manual do Cafajeste Moderno)

22.12.09

Brittany Murphy - Uptown Girls - Grande menina, pequena mulher - Molly Smiles

Passou esse filme na sexta feira, na Universal Channel, como sempre eu chorei de novo naquelas duas cenas (assisti esse filme algumas vezes, rsrs). A cena do parque quando Molly encontra a Ray e sem dizer uma palavra  entra na xícara e elas começam a rodar o mais rápido que podem prá aliviar a dor e na cena final, é claro.
Chorei convulsivamente, fiquei desidratada, rsrsr.
Isso na sexta, aí hoje passou de novo, agora há pouco, mudei de canal, mas meu filho zapeando pegou bem a cena final de novo. Buááááá.
Bom, pelo menos a Brittany deixou essas cenas lindas prá gente.


14.12.09

Transmimento de pensação

Caraca, foi muito louco!
Essa noite eu tava cantando uma música na minha cabeça, tentando lembrar da letra, pensando frase por frase, várias vezes, porque identifiquei a letra com aquele momento que estava vivendo. Meu namorado que estava dormindo do meu lado acordou porque estava ouvindo uma música alta, perguntou de onde estava vindo. Eu respondi que não tava tocando música nenhuma. Ele falou que estava ouvindo a "Mercy da Duff" alto prá caramba. Eu fiquei chocada olhando prá ele e falei: C tá me tirando caraaa!!! Eu que tô cantando ela, mas no meu pensamento!!!!
Vixi, o cara é bruxo!


Misericórdia
Yeah, yeah, yeah (4x)
Eu te amo
Mas tenho que continuar verdadeira
Minha moral me deixou de joelhos
Estou te implorando, por favor,
Pare de jogar estes jogos

Eu não sei o que é isto
Porque você me conquistou
Assim como você sabia que conquistaria

Eu não sei o que você faz
Mas você faz bem
Estou sob o seu feitiço

Você me deixou implorando por misericórdia
Por que você não me liberta?
Você me deixou implorando por misericórdia
Por que você não me liberta?
Eu disse "Liberte-me"

Agora você acha que eu
Serei algo à parte
Mas você tem que entender
Que eu preciso de um homem
Que possa segurar a minha mão
Sim, eu preciso

Eu não sei o que é isto
Porque você me conquistou
Assim como você sabia que conquistaria

Eu não sei o que você faz
Mas você faz bem
Estou sob o seu feitiço

Você me deixou implorando por misericórdia
Por que você não me liberta?
Você me deixou implorando por misericórdia
Por que você não me liberta?
Eu disse que é melhor você libertar
Sim, sim, sim

Estou te implorando por misericórdia
Sim,
Estou te implorando por misericórdia
Estou te implorando por misericórdia

Você me deixou implorando
Você me deixou implorando
Você me deixou implorando

Misericórdia
Por que você não me liberta?
Estou te implorando por misericórdia
Por que você não me liberta?

Você me deixou implorando por misericórdia
Estou te implorando por misericórdia
Estou te implorando por misericórdia
Estou te implorando por misericórdia

Por que você não me liberta?
Pare com isso

16.11.09

Montanha Russa Emocional


Ficar, se apaixonar, transar, transar, transar, se apaixonar mais, assumir o compromisso, mandar recadinhos no orkut, transar, transar, tomar a pílula do dia seguinte, teclar, telefonar, manter uma escova de dentes, planejar a dois sobre casar e ter um filho, conhecer a família, ficar grudado, transar menos, brigar, esfriar, pedir um tempo, voltar, receber pedido de tempo, brigar, voltar, pedir um tempo de novo, ruminar, me sentir magoada, discutir a relação, acabar a relação, voltar a ficar e finalmente decidir a continuar namorando, só que namoro light, sem planos ou cobranças. Detalhe: tudo isso em quatro meses. Trash Metal com punk atonal, rs.

E no início era tudo mágico e alegre, kkk prá cá, kkk prá lá... Um dia um caminhão atropelou a paixão.... (Kid Abelha)
Claro, e a parte dos "por que será" e dos se... Se a gente não tivesse dito tanta coisa, se não tivesse feito tanta coisa... (mesma do Kid)

4.11.09

Janis Joplin... Linda!


Critica positiva?

A crítica está sempre associada à um possível erro ( de acordo com a interpretação de quem faz a crítica) e, portanto, temos tanta resistência à ela, já que ninguém gosta de cometer erros.
Errar e acertar são conceitos bem individuais: o que pode ser errado para alguém pode ser certo para outra pessoa e vice versa. E neste caso entra o complicador desta estória.
É necessário ter esta noção para que a atitude de criticar não caia na intolerância, na arrogância, no descaso, na desmotivação.
A crítica positiva seria aquela que não aponta erros diretos mas propões caminhos diferentes a se tomar.
Quando se critica diretamente o comportamento ou atitude de alguém apontando os erros ( julgamento de valor) a tendência é o outro tentar se defender e, ainda, se sentir magoado ou ofendido. Este tipo de crítica que desvaloriza a pessoa e suas atitudes são consideradas negativas.
(Tânia Regina - Psicóloga)

"Antes de começar a criticar os defeitos dos outros, enumera ao menos dez dos teus." (Abraham Lincoln)

"Criticar os outros é algo muito perigoso; nem tanto pelos erros que você pode cometer ao criticar, mas pelo fato de você poder estar revelando algumas verdades a seu respeito." (Harold Medina) 

"Se dedicamos nosso tempo em criticar nossos semelhantes, não teremos tempo para amá-lo."(Autor desconhecido)

"As críticas não são outra coisa que orgulho dissimulado. Uma alma sincera para consigo mesma nunca se rebaixará à crítica. A crítica é o câncer do coração." (Madre Teresa de Calcutá)

10.10.09

Marketing Feminino

Posted in Mundo Macho com as tags marketing feminino on 26/09/2009 by Edu

1. Você vê um cara numa festa. Você vai até ele e diz: “Eu sou muito
boa de cama.” Isto é Marketing Direto.

2. Você está numa festa com um grupo de amigas e vê um cara. Uma delas vai até ele e, apontando para você, ela diz: “Ela é fantástica na cama!” Isto é Publicidade.

3. Você vê um cara numa festa. Você vai até ele e consegue o seu telefone. Você liga no dia seguinte e diz: “Oi! Eu sou ótima de cama! Isto é Telemarketing.

4. Você vê um cara numa festa. Você se levanta, ajeita o vestido, vai até ele e diz: “Com licença..” e ajeita a gravata dele, roçando de leve no seu braço e conclui: “A propósito, eu sou muito boa de cama.” Isto é Relações Públicas.

5. Você está numa festa. Um cara se aproxima de você e diz; “Me disseram que você é maravilhosa na cama.” Isto é Reconhecimento de Marca.

6. Você está numa festa e vê um cara. Você o convence a ir para casa com a sua melhor amiga. Isto é Representação de Vendas.

7. Sua amiga não o satisfaz e ele liga para você. Isto é Suporte Técnico.

8. Você está indo a uma festa quando você se dá conta que poderia haver um monte de caras em cada uma das casas pelas quais você está passando. Você sai do carro e do meio da rua grita bem alto: “EU SOU FANTÁSTICA NA CAMA!” Não faça isso: Isto é Spam.

Fonte: Testosterona

8.10.09

Método versus Caos

Não temos uma data, ou temos várias. Conta-se o primeiro beijo ou quando assumimos o namoro? Conta quando eu senti que nos amávamos ou a primeira vez em que dissemos: eu te amo?

Não temos uma música, ou temos várias.  Temos uma de expectativa (da minha parte) que foi logo no início: Mercy (Duffy), temos "Se Acontecer" Djavan (também da minha parte). Se tornaram nossas, mas eu ainda queria saber se ele tem alguma música específica que o faz se lembrar de mim ou que representa o nosso início ou nosso durante.

Temos "Vestida de Sol", essa é própria, letra minha falando do meu sentimento por ele, e a música é do meu ex-marido (ironic, rsrsrs). Mas isso também é da minha parte.

O pai dele faleceu na sexta-feira passada. Foi um trauma, ele o encontrou morto na cama logo de manhã. Não tira a imagem da cabeça. Eu o apoiei como pude. Foi traumático prá mim também. Sei que relacionamentos mudam depois de um trauma, o nosso ainda frágil parece fortalecido. Mas ainda não tenho certeza.

A minha relação com a família dele avançou alguns níveis, tal a intensidade do momento e também devido a proximidade e a dispensa de sutilezas fúteis de ambas as partes.

Acho que a verdadeira prova de fogo virá nesse fim de semana. Meus filhos adolescentes (12 e 15) filhos de pais músicos desestruturados estarão a frente de uma realidade onde a figura masculina, apesar de amorosa, prima pela retidão, caráter e disciplina acima de tudo. Organização e método versus caos durante um fim de semana prolongado.

Nosso amor, uma plantinha ainda tenra, um brotinho, resistirá a tamanha tempestade?

Não percam os próximos e emocionantes capítulos.


15.9.09

Declaração

Como um gato, sinuosa e suavemente ele se aproximou, disse o meu nome num sussuro e me deu o beijo mais macio que a minha boca já provou.
Tão gentil... como se um movimento mais brusco pudesse desmanchar a magia que se instalava entre nós...
Tão profundo e hipnótico, nosso olhar se encontrou como imã, e assustado se desviou, como se prolongado fizesse com que nos perdessemos de nós mesmos, dentro um do outro.

Tenho medo de achar que eu sei o que é isso. Talvez seja pretenção tentar definir o nome, tamanho ou duração. Eu não quero saber qual o prazo de validade, só me entregar e sentir, com toda intensidade, essa mistura rara de sentimentos e sensações que vc provocou em mim.

Pedindo licença pro Djavan:  "Deus é pai, vai saber, se acontecer serei sua até o fim".

No mais, vou deixar o Vinícius expressar com exatidão meu desejo:

De tudo, ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento

Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento

E assim quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama

Eu possa me dizer do amor (que tive):
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure

7.9.09

A paz que trago em meu peito

Amor

Fizeram a gente acreditar que amor mesmo, amor pra valer, só acontece uma vez, geralmente antes dos 30 anos.
    Não contaram pra nós que amor não é acionado, nem chega com hora marcada.
    Fizeram a gente acreditar que cada um de nós é a metade de uma laranja, e que a vida só ganha sentido quando encontramos a outra metade.
    Não contaram que já nascemos inteiros, que ninguém em nossa vida merece carregar nas costas a responsabilidade de completar o que nos falta: a gente cresce através da gente mesmo. Se estivermos em boa companhia, é só mais agradável.
    Fizeram a gente acreditar numa fórmula chamada "dois em um": duas pessoas pensando igual, agindo igual, que era isso que funcionava. Não nos contaram que isso tem nome: anulação.
    Que só sendo indivíduos com personalidade própria é que poderemos ter uma relação saudável.
    Fizeram a gente acreditar que casamento é obrigatório.
    Fizeram a gente acreditar que os bonitos e magros são mais amados, que os que transam pouco são caretas, que os que transam muito não são confiáveis, e que sempre haverá um chinelo velho para um pé torto.
    Só não disseram que existe muito mais cabeça torta do que pé torto.
    Fizeram a gente acreditar que só há uma fórmula de ser feliz, a mesma para todos, e os que escapam dela estão condenados à marginalidade.
    Não nos contaram que estas fórmulas dão errado, frustram as pessoas, são alienantes, e que podemos tentar outras alternativas.
    Ah, também não contaram que ninguém vai contar isso tudo pra gente. Cada um vai ter que descobrir sozinho.
    E aí, quando você estiver muito apaixonado por você mesmo, vai poder ser muito feliz e se apaixonar por alguém".

19.8.09

Perda


Primeira perda da minha filha.

Primeiro namorado, primeira separação e em meio desse assunto inacabado, morre assassinado....

Num assalto, enfrentou um beneficiado pelo indulto do dia dos pais. Enquanto a mãe e a irmã se trancavam no quarto, ele tentava impedir a entrada daquele que lhe tiraria a vida.

Conseguiu fechar a janela da sala e, apesar de ter sido baleado, ainda correu prá fechar os outros cômodos. 

Realmente foi um ato heróico; não me surpreendeu saber sobre as intensas homenagens, onde foi chamado de herói por todos que o conheciam, causando comoção durante o velório e o enterro.

Apesar disso tudo, o mais triste foi saber que foi tirada a vida de um garoto que acabara de completar 20 anos... trabalhador e ambicioso, cheio de planos para o futuro. 

O mesmo cara, que saiu da cadeia para o dia dos pais, tirou uma vida, traumatizou para sempre uma família e como se não bastasse...  roubou para sempre o dia dos pais do pai desse menino, que nunca mais poderá comemorar essa data...  nesse dia lembrará de si mesmo como pai, mas como um pai sem extensão, lesado em seu próprio sentido: um pai sem o seu filho.

Quanto à minha filha, estarei aqui prá abraçá-la daqui há um, dois meses... Quando esse assunto começar a aborrecer os seus amigos, meus ouvidos, braços e coração estarão à disposição dela.


Acho que cabe a música que fiz para o meu irmão, que também morreu na mão de um criminoso imbecil há alguns anos atrás:















5.8.09

Extirpando Furúnculo

Como dizer a alguém que vc gosta, que está decepcionado, que está com pena?
Simples: não diga.
Apenas explique o porque dessa consequência, sem explicitar a própria.

Exemplo:

Pulou de criança prá velho sem se estabilizar na fase adulta, e , na maioria das vezes, reveza os dois em seu comportamento cotidiano, em seus relacionamentos, em sua cabeça, sua vida.

Está ainda naquela fase de superestimar ou subestimar. Não enxerga a pessoa como é, mas sim o reflexo do seu próprio ego sendo subjulgado ou privilegiado de acordo com uma fantasia de estatus que lhe confere ou indefere.

Em sua extrema insegurança, busca respostas mágicas em abobrinhas que brotam de bocas medíocres. Acredita haver sentido em qualquer sentença pronunciada de forma solene, por mais estúpida que seja...

Presta favores sem esperar nada em troca - a não ser o reconhecimento explícito e repetido daquele que julga menor (ou com defeitos, sendo um deles a ousadia do pedido), e a aceitação sem reservas de quem julga maior (os que considera sábios e para quem é uma honra servir e ser notado).


Resumo: se apega a qualquer um que aparenta ter segurança suficiente para suprir a sua necessidade de direção e apoio.
Não confia e não ama a si mesmo, a não ser que alguém que considera superior o considere digno de confiança e amor. Emocionalmente é um barco a deriva.










Digite aqui o resto do post

7.7.09

Achei !


Eu tava acompanhando, é claro, todas as homenagens ao Michael Jackson e tals... parecia um golpe de marketing, não tinha caído a ficha ainda.


Aí assisti pelo MTV um cara (não lembro o nome) apresentando um Top 40 com as músicas dele, peguei mais ou menos na metade, acreditei, é claro, que a aquela música que eu gostaria de ouvir há tanto tempo já tinha sido apresentada, Qual não foi minha surpresa quando foi apresentada em primeiro lugar. Aí chorei por ter encontrado a música (e o nome pra baixar) enquanto a ficha caía junto com algumas lágrimas. (tá, chorei, caraio, e aí?)


Não sei se ele fez mesmo aquilo que disseram, espero que não. E se fez, acho que se sentiu na mesma idade... sei lá - Never Land, Terra do Nunca, Peter Pan, brincadeiras de crianças...  (normal o cara não era). Bom, não quero pensar nisso. O que foi provado é que ele doou imensas fortunas e ajudou muita gente, principalmente crianças. E fez coisas lindas como essa abaixo (ACHEIII).

;

4.7.09

Depois de algum tempo.




"Depois de algum tempo você aprende a diferença, a sutil diferença entre dara mão e acorrentar a alma. E você aprende que amar não significa apoiar-se,e que companhia nem sempre significa segurança. E começa aprender que beijos não são contratos, e que presentes não são promessas. E começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e os olhos adiante, com graça de um adulto e não a tristeza de uma criança. E aprende a construir todas as suas estradas no hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair meio em vão."
"Depois de algum tempo, você aprende que o sol queima, se ficar a ele exposto por muito tempo. E aprende que, não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam... E aceita que, não importam quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo (a) de vez em quando, e você precisa perdoa-la por isso. Aprende que falar pode aliviar dores emocionais. Descobre que leva-se anos para construir confiança e apenas segundos para destruí-la, e que você pode fazer coisas em um instante, das quais se arrependerá para o resto da vida. Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer, mesmo a longas distâncias. E o que importa não é o que você tem na vida, mas quem você tem na vida. E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher. Aprende que não temos que mudar de amigos, se compreendermos que os amigos mudam. Percebe que seu melhor amigo e você podem fazer qualquer coisa, ou nada, e terem bons momentos juntos. Descobre que as pessoas com que você mais se importa na vida são tomadas de você muito depressa, por isso, devemos deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas, pode ser a última vez que as vejamos."
"Aprende que as circunstâncias e os ambientes têm muita influência sobre nós, mas que nós somos responsáveis por nós mesmos. Começa a aprender que não se deve comparar com os outros, mas com o melhor que você pode ser. Descobre que leva muito tempo para se chegar aonde está indo, mas que, se você não sabe para onde está indo, qualquer lugar serve. Aprende que, ou você controla seus atos ou eles o controlarão, e não importa quão delicada e frágil seja uma situação, sempre existem dois lados."
"Aprende que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer,enfrentando as conseqüências. Aprende que paciência requer muita prática.Descobre que algumas vezes, a pessoa que você espera que o chute, quando você cai, é uma das poucas pessoas que o ajudam a levantar-se. Aprende que a maturidade tem mais a ver com tipos de experiências que se teve e o que se aprendeu com elas, do que com quantos aniversários você celebrou. Aprende que há mais de seus pais em você do que você supunha. Aprende que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são bobagens, poucas coisas são tão humilhantes, e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso.
Aprende que quando está com raiva, tem direito de estar com raiva, mas isso não lhe dá o direito de ser cruel. Descobre que só porque alguém não o ama mais do jeito que você quer não significa que esse alguém não o ame com todas as forças, pois existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar ou viver isso. Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém, e que algumas vezes, você tem que aprender a perdoar a si mesmo."
"E que, com a mesma severidade com que julga, será em algum momento condenado. Aprende que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não pára, para que você
junte seus cacos. Aprende que o tempo não é algo que se possa voltar para trás. Portanto, plante seu jardim e decore sua alma, ao invés de esperar que alguém lhe traga flores. E vocêaprende realmente que pode suportar... que realmente é forte, e que pode ir mais longe, depois de pensar que não pode mais. E que realmente a vida tem valor diante da vida !!!"
 
Shakespeare

12.6.09

I´m lonely


Cólica disfarça dores ainda mais profundas
a solidão é tanta que eu lembrei que o hoje é o aniversário do Hugh Laurie
coisas que mudam assustam, mas as coisas que continuam iguais, assustam mais.

Uma força que impele e outra que impede ... impele e impede, impele e impede...
should I stay or should I go já passou, agora é deixe estar, let it be...

Presenciar abobrinhas brotando de bocas de amigos dói um pouco, mas dói mais ficar sem nada.

19.5.09

Beleza


Não ame pela beleza, pois um dia ela acaba. Não ame por admiração, pois um dia você decepciona-se... Ame apenas, pois o tempo nunca pode acabar com um amor sem explicação!!!Há pessoas que querem ser bonitas para chamar a atenção, outras desejam a inteligência para serem admiradas. Mas há algumas que procuram cultivar a Alma e os Sentimentos. Essas alcançam a admiração de todos, porque além de belas e inteligentes tornam-se realmente PESSOAS".


17.5.09

Ainda reclama?

*TESE DE MESTRADO NA USP por um PSICÓLOGO*

'Fingi ser gari por 8 anos e vivi como um ser invisível'

"Psicólogo varreu as ruas da USP para concluir sua tese de mestrado da
'invisibilidade pública'. Ele comprovou que, em geral, as pessoas
enxergam apenas a função social do outro. Quem não está bem posicionado
sob esse critério, vira mera sombra social."/
Plínio Delphino, Diário de São Paulo/.

"O psicólogo social Fernando Braga da Costa vestiu uniforme e trabalhou
oito anos como gari, varrendo ruas da Universidade de São Paulo. Ali,
constatou que, ao olhar da maioria, os trabalhadores braçais são 'seres
invisíveis, sem nome'. Em sua tese de mestrado, pela USP, conseguiu
comprovar a existência da 'invisibilidade pública', ou seja, uma
percepção humana totalmente prejudicada e condicionada à divisão social
do trabalho, onde enxerga-se somente a função e não a pessoa.
Braga trabalhava apenas meio período como gari, não recebia o salário de
R$ 400 como os colegas de vassoura, mas garante que teve a maior lição
de sua vida:*

'Descobri que um simples bom dia, que nunca recebi como gari, pode
significar um sopro de vida, um sinal da própria existência', explica o
pesquisador. *

O psicólogo sentiu na pele o que é ser tratado como um objeto e não como
um ser humano. 'Professores que me abraçavam nos corredores da USP
passavam por mim, não me reconheciam por causa do uniforme. Às vezes,
esbarravam no meu ombro e, sem ao menos pedir desculpas, seguiam me
ignorando, como se tivessem encostado em um poste, ou em um orelhão',
diz.

No primeiro dia de trabalho paramos pro café. Eles colocaram uma garrafa
térmica sobre uma plataforma de concreto. Só que não tinha
caneca. Havia um clima estranho no ar, eu era um sujeito vindo de outra
classe, varrendo rua com eles. Os garis mal conversavam comigo, alguns
se aproximavam para ensinar o serviço. Um deles foi até o latão de lixo
pegou duas latinhas de refrigerante cortou as latinhas pela metade e
serviu o café ali, na latinha suja e grudenta. E como a gente estava num
grupo grande, esperei que eles se servissem primeiro. Eu nunca apreciei
o sabor do café..
Mas, intuitivamente, senti que deveria tomá-lo, e
claro, não livre de sensações ruins. Afinal, o cara tirou as latinhas de
refrigerante de dentro de uma lixeira, que tem sujeira, tem formiga, tem
barata, tem de tudo. No momento em que empunhei a caneca improvisada,
parece que todo mundo parou para assistir à cena, como se perguntasse:
'E aí, o jovem rico vai se sujeitar a beber nessa caneca?' E eu bebi.
Imediatamente a ansiedade parece que evaporou. Eles passaram a conversar
comigo, a contar piada, brincar.

O que você sentiu na pele, trabalhando como gari?
Uma vez, um dos garis me convidou pra almoçar no bandejão central. Aí eu
entrei no Instituto de Psicologia para pegar dinheiro, passei pelo
andar térreo, subi escada, passei pelo segundo andar, passei na
biblioteca, desci a escada, passei em frente ao centro acadêmico, passei
em frente a lanchonete, tinha muita gente conhecida. Eu fiz todo esse
trajeto e ninguém em absoluto me viu. Eu tive uma sensação muito ruim. O
meu corpo tremia como se eu não o dominasse, uma angustia, e a tampa da
cabeça era como se ardesse, como se eu tivesse sido sugado. Fui almoçar,
não senti o gosto da comida e voltei para o trabalho atordoado.

E depois de oito anos trabalhando como gari? Isso mudou?
Fui me habituando a isso, assim como eles vão se habituando também a
situações pouco saudáveis. Então, quando eu via um professor se
aproximando - professor meu - até parava de varrer, porque ele ia passar
por mim, podia trocar uma idéia, mas o pessoal passava como se tivesse
passando por um poste, uma árvore, um orelhão.

E quando você volta para casa, para seu mundo real?
Eu choro. É muito triste, porque, a partir do instante em que você está
inserido nessa condição psicossocial, não se esquece jamais. Acredito
que essa experiência me deixou curado da minha doença burguesa. Esses
homens hoje são meus amigos. Conheço a família deles, freqüento a casa
deles nas periferias. Mudei. Nunca deixo de cumprimentar um trabalhador.
Faço questão de o trabalhador saber que eu sei que ele existe. Eles são
tratados pior do que um animal doméstico, que sempre é chamado pelo
nome. São tratados como se fossem uma *'COISA'.** "**




***Ser /_IGNORADO_/ é uma das piores sensações que existem na vida!** *


16.5.09

As duas rãs


"Era uma vez duas rãs que caíram num tacho de creme. A primeira rã, ao ver que aquele líquido branco não dava pé, aceitou seu destino e se afogou. A segunda rã não gostou da perspectiva. Ficou se debatendo no creme e fez o que pode para ficar à tona. Passado algum tempo, aquela agitação toda fez o creme virar manteiga e ela conseguiu pular do tacho."

Na vida real muitas vezes agimos como uma destas rãs. Eu gostaria de destacar nesta estória alguns princípios que podem transformar as dificuldades da vida em desafios e oportunidades de crescimento.
Quando não estiver satisfeito com as perspectivas, recuse-se a aceitar as circunstâncias negativas da vida passivamente ... a velha "resignação"! Pior do que ser derrotado é ser derrotado sem lutar.
Fazer o que pode procurando uma nova e criativa maneira de solucionar o problema em que nos metemos. Sempre existe uma outra maneira de desembaraçar o "novelo da vida".
Ser perseverante mesmo que demore algum tempo para o "creme virar manteiga"! Na era do instantâneo este é um dos maiores desafios que enfrentamos pois as circunstâncias da vida não podem ser resolvidas com o simples toque de botão.
"Pular para a solução" sem vacilar sabendo que esta é a grande oportunidade de sair do "tacho que afoga".

11.5.09

Carta prá você

Cristal, filha, filhinha, Bidi, Zagu...

Todas estão dentro de mim... sempre vão estar. Prá você aquelas menininhas são passado distante, mas não prá mim... estão todas presentes dentro dos meus olhos, eu as vejo toda vez que olho prá você.

Novidade: tá nascendo mais uma: A Cristal mulher que eu estou conhecendo aos poucos, porque incompleta, anda misturada com a Cristal criança. Aos poucos os contornos vão se definindo, e nós, vc e eu vamos identificar a face completa dessa pessoa... uma adulta.

A urgência dentro do peito é se independer o mais rápido possível, principalmente emocionalmente (parte do amadurecimento).

Se diferenciar, se identificar consigo mesma, e não como a filha de alguém.

Como eu quis me diferenciar da minha mãe... o máximo e o mais rápido possível. ... rezava prá não ser genético (os defeitos, de repente, ficaram gritantes).

Relaxa, não é genético. As escolhas são todas suas.

Mesmo sendo menor de idade, mesmo estando no meio (nem criança e nem adulta), ainda assim você pode escolher agora não me escolher como modelo.

Você pode escolher as partes boas de mim e jogar fora as ruins (sim, eu não sou perfeita!!!), joga as que não tem nada a ver com você.

Você pode ser quem quiser através das escolhas de atitude, isto será o ser caráter.
Você pode ser você mesma através dos sentimentos mais profundos... isto será a sua alma.

Tem uma coisa que você não pode escolher: o seu temperamento. Isso é seu como a cor dos seus olhos. Mas você pode por lente de contato, rsrsrsrs... quero dizer,  amenizando, contornando e administrando a seu favor. Mas ainda acredito que o melhor mesmo é amar e respeitar o seu temperamento, deixa-lo fluir, banca-lo emocional e financeiramente prá se sentir bem a vontade na vida, como deve ser.

Você ainda está nos primeiros capítulos do livro, e partir de agora, vai escrever junto com a vida a sua história, vai ilustrar com a sua imagem, vai imprimir com a sua alma. 

De mim você só precisa aceitar, por enquanto, as regras,  por motivos obvios (menos prá vc, eu acho, rsrsrs). Quanto ao meu amor... é todo seu, o tempo todo...  incondicional e eternamente disponível. É só colher aqui  na sua fonte.

Eu te amo.

Marisol

Dia das mães

Tipo: me sentindo a própria protagonista de propaganda de margarina, administrei o dia com a meiguice própria das mães-coragem, das mães padecenoparaíso.com…rsrsrs
Relevei, relevei, relevei… eu devia é ter aproveitado prá colocar os “pitis” em dia, que com certeza, eu teria um bom desconto…kkkk, mas mãe é besta mesmo.
Hoje eu estava especialmente caricata… Meu, isso pega! Botei a capa de super-mãe e relevei, adociquei, apaziguei, relevei, relevei e relevei…
Como faz prá ser mãe sem capa? Alguém me ajude!!!
Mamma Mia !!!

10.5.09

Mister Lúdico




Não, se liga, o cara mó setentão no visual e ao mesmo tempo... jovenzinho, o danado... achei o mó barato, chamava ele de Jimmy (porque parecia o Jimmy Page), soube que o nome era Thiago, depois virou Mister Lúdico.

Aí tinha um cara que eu via na MTV, tipo zapeando, eu eu achava o cara muito legal, mó figura... Meu, era o mesmo cara! o Jimmy que dava canja comigo na Cia do Rock, e que participava do festival de rock que eu e o Edsão fizemos em Itanhaém... rsrsrs. Viagem...


Comentário no Orkut do Lúdico, sobre o Lobão:

29.4.09

Desinformado


Um rapaz vai na farmácia:
Aí! meu irmão, me vê um pacote de camisinhas, que hoje eu vou na casa da minha mina e ela ta doida pra me dar.
Pensando bem, me dá dois, a irmãzinha dela é uma gracinha, vai que ela quer me dar também.
Meu camarada, pensando ainda melhor, me vê três, a mãe dela é uma coroa toda gostosa, vai que o marido não ta dando no coro e ela cisma de me dar também, é bom estar preparado.
Chega a noite e o rapaz fica quietinho na mesa de jantar, então a namorada diz:
Você não me disse que era tão calado assim.
o rapaz:
nem você me disse que seu pai era farmacêutico.